2015, ano de muitos desafios nas mídias sociais

Depois da mensagem de Roger Kayasima, dono da Iris Massas (cliente querida da Nagaoka Mídias Sociais, de novembro de 2011 a agosto de 2015), que resolveu criar um blog pessoal recentemente, acabei me inspirando a retomar esse blog. Obrigada, Roger!

2015, ano de muitos desafios

 

Crise nas redes sociais foi o tema da aula da professora Kelly Nagaoka, na pós-graduação de mídias sociais, da PosCom…

Posted by Nagaoka Mídias Sociais on Sunday, November 15, 2015

 

O ano que está terminando foi de muitos desafios na área pessoal e profissional. Fui convidada a dar aulas na pós-graduação em Comunicação Corporativa, Marketing e Mídias Sociais, da Universidade de Taubaté (Unitau). Novos clientes investiram no trabalho da Nagaoka Mídias Sociais. O Café com Tênis, encontro de tênis que sou apaixonada e organizo, continua a todo o vapor. Já vamos para a 24ª edição, em 21/02, com o convite do São Lourenço Country Clube. Com tantas atividades, o desafio grande mesmo foi gerenciar o dia a dia entre a vida pessoal e profissional. O segundo semestre de 2015 foi um período que me lembrou muito a época de seleção brasileira de tênis de mesa, com muito extra, poucas horas de sono e muita adrenalina.

- Site da Nagaoka Mídias Sociais
- Café com Tênis
- Pós-graduação em Comunicação Corporativa, Marketing e Mídias Sociais, da Universidade de Taubaté (Unitau)

Passo a passo para os CEOs que desejam frequentar as mídias sociais

Matéria muito interessante de Renato Rodrigues, da IDG Now, aborda que, de acordo com uma pesquisa da Fortune, os principais CEOs dos EUA estão ausentes das redes sociais. Mas, para Mauro Segura, diretor de comunicação da IBM e autor do blog A Quinta Onda, os principais executivos precisam estar nas novas redes e interagir com consumidores. Abaixo, o vídeo no post blog de Mauro, “Procura-se um novo profissional de comunicação e marketing”, aborda muito sobre essa importância das redes sociais:

No Brasil, alguns top executivos foram entrevistados por Mauro e aqui estão as algumas das principais razões para que eles fiquem longe das mídias sociais:

1 – Prefererência pelo face a face;

2 – Aversão ao desconhecido;

3 – Insegurança sobre como se portar;

4 – Idade (achar que esses meios são somente para jovens);

5 – Cultura da empresa;

6 – Falta de tempo “para blogar, tuitar e postar no Facebook”;

7 – Medo de se envolver em polêmicas e/ou cometer alguma gafe que traga danos à imagem pessoal ou da empresa;

8 – Preocupação com a opinião de outros executivos de alto nível;

9 – Impressão que estão perdendo tempo ao usar mídias sociais;

Em palestra no Digital Age 2.0, nos dias 4 e 5 de setembro, no Centro de Convenções Senac, o executivo disse que as empresas do futuro deverão aumentar a comunicação entre seus principais executivos e os diversos públicos consumidores, um dos princípios das redes sociais.

Passo a passo
Dicas de Mauro Segura que pode servir como guia passo-a-passo para os CEOs que devem frequentar as redes sociais:
1) Marcar presença – Ter perfil no LinkedIn, postar notícias da empresa, conectar-se a outros executivos, usar como meio de recrutamento.
2) Experimentar – Ter perfis no Facebook e no Google+, comenta, postar fotos e notícias ligadas ao seu mercado para diferentes segmentos.
3) Criar relevância – Criar página no Twitter, postando novidades, opiniões, pesquisas, atendendo ao cliente, e ter um blog, com conteúdo relevante para o mercado.
4) Ter uma estratégia – Alinhada à empresa, é preciso deixar de perceber o uso das mídias sociais como algo puramente pessoal.

Ao ler essa matéria, lembrei de meu mais novo cliente de Taubaté, Lineu Bravo Luthier, que resolveu seguir os passos de Mauro Segura recentemente.

Agenda Sebrae de Taubaté: Kelly Nagaoka ministra palestra sobre mídias sociais na ACIT em 27 de junho

Terei a honra de ministrar, por meio do Sebrae de Taubaté, a palestra sobre mídias sociais nos negócios, em 27 de junho, das 16h às 18h, no auditório da ACIT - Associação Comercial e Industrial de Taubaté (Praça Monsenhor Silva Barros, 57, Centro).

Mostrarei alguns exemplos de empresas de Taubaté que apostam nas mídias sociais, o uso errado do perfil pessoal pelas empresas, a importância de blog, Facebook e Twitter, entre outros.

No  link da ACIT tem mais detalhes sobre a palestra:

Palestra de mídias sociaisem 27 de junho  no site da ACIT

Palestra de mídias sociais, em 27 de junho, no site da ACIT

Palestra ACIT e SEBRAE – Mídias Sociais    

Resumo

Para participar desta palestra, faça sua inscrição pelo telefone (12) 3621-5223. A palestra será realizada no seguinte endereço: Auditório da ACIT – Praça Monsenhor Silva Barros, 57 – Centro

Data / Hora

- Data: dia: 27/6/2012

- Horário: das 16:00 às 18:00

Investimento

- sócios: Gratuito

- não sócios: Gratuito

Instrutor

- Kelly Nagaoka

Detalhes do Instrutor

Formada em Jornalismo pela UMESP (Universidade Metodista de SP). Pós-graduada em Marketing pela Faculdade Cásper Líbero. Gerente de Mídias Sociais pela Ecommerce School. Proprietária da empresa Kelly Nagaoka Mídias Sociais.

Público Alvo

Empresários, empreendedores e administradores de empresa.

Detalhes

O termo redes sociais, no ambiente da internet, é conhecido pelas teias de relacionamentos formadas em canais da web que proporcionam a formação de comunidades online e a interação de seus participantes ou usuários, como são chamados. Cada vez maiores, essas redes têm influenciado as novas gerações na maneira como se relacionam com outras pessoas, marcas e instituições. Um excelente canal de comunicação direto com o consumidor, as redes sociais também possibilitam boas oportunidades de negócios para o empreendedor antenado que sabe utilizar essa ferramenta.

Inscrição:     

Inscrições: (12) 3621-5223

 

Cassio Politi, da Tracto, ministra webinar sobre os seis erros que empresas cometem ao entrar em redes sociais

Cassio Politi, da Tracto,  ministrou em 5 de junho, das 11h às 12h, a Webinar gratuita “Seis erros que empresas cometem ao entrar em redes sociais“. Tive a sorte de participar e aprender demais com esse profissional renomado.

Cassio Politi, da Tracto

Cassio Politi, da Tracto

Já acompanhava o trabalho de Cassio no Comunique-se. E fiquei muito satisfeita com o seminário online, que tirou muitas dúvidas e atendeu a minhas expectativas. Foursquare, Facebook, blog, Twitter, Pinterest, LinkedIn e YouTube foram as ferramentas clássicas citadas.

Cassio Politi e os seis erros que as empresas cometem ao entrar redes sociais

Cassio Politi e os seis erros que as empresas cometem ao entrar redes sociais

O seminário foi muito objetivo. Achei interessante que não havia a parte de chat, o que muitas vezes acaba distraindo o palestrante e os participantes. O bacana é que fica um canal para mandar as dúvidas e no final o Cassio Politi tentou responder as mais relevantes.

Em breve, teremos a apresentação no SlideShare. Oba!

Fica aqui meu agradecimento especial, afinal quando se mora em Taubaté, tudo o que pode ser ministrado online é muito bem-vindo! rs

 

Lascivité aposta nas mídias sociais

Faz 8 dias que iniciei meu trabalho com as mídias sociais da loja super charmosa Lascivité, na Vila Madalena.

Conhecer a Camila Machado, estilista e criadora da marca, foi como voltar ao passado ao ver o investimento dela na moda retrô.

Camila Machado

Vestido Isabelle

Casaco em veludo cotelê Mia

Só faz um pouco mais de uma semana que somos parceiras, mas parece que já faz mais de um ano.;)

Interior da Lascivité

Entrada da Lascivité, na Vila Madalena

Lascivité na internet

Site: www.lascivite.com.br

Blog: http://blog.lascivite.com.br/

Facebook: facebook.com/lasciviteloja

Twitter: twitter.com/lascivite

Flickr:  flickr.com/photos/lascivite

Visite a loja

Rua Harmonia, 218 b, Vila Madalena
Telefone: (11) 3031-1072
Horário: 2ª a sábado, das 10h às 19h

 

Sandra Huang conta sua história

Sandra Huang em seu ateliê em agosto de 2011

Sandra Huang em seu ateliê em agosto de 2011

Quando conheci a estilista e minha grande cliente nas mídias sociais, Sandra Huang, por meio de Joana Okoshi (autora do livro “Em Sintonia com a Vida”), no início de julho, não imaginava quantas histórias essa linda chinesa guardava.

Em um dia de bate-papo, que durou muitas horas, descobri os diversos lados da vida cheia de desafios de Sandra.

Uma delas, a mais difícil, ela contou de uma maneira tão suave que não dava para imaginar que ela tinha passado por isso. Somente com o post abaixo, no blog dela que administro, ela escreveu mais detalhes.

Confira

Sandra pintando no hospital

Sandra pintando no hospital

Sempre… Sempre é uma história… Talvez por isto eu sempre hesitei em escrever/falar sobre o assunto! Por que as outras doenças também não “rendem” uma história? Existem tantas tão fatais quanto, mas o câncer carrega este estigma da morte, ou “a luta pela vida”!! Mas nunca me senti uma heroína nesta batalha! Heroína para mim é a mulher com seis filhos para criar e sem emprego! Esta, sim, luta arduamente pela sobrevivência! Quando me diziam… Tão jovem, tão bonita… Com câncer… Ué, não entendi. Por quê?! Se eu fosse velha e feia, tudo bem, então? A “perda/pena” já não seria tanta?

Aprendizados da vida 

Como agora eu e o Reynaldo Gianecchini temos algo em comum, além da beleza (é humor negro, sim, a vida também tem seu lado engraçado mesmo nas dificuldades, viu, gente?), resolvi falar um pouco sobre o assunto! Mas, antes, passo a palavra ao trecho do blog Força na Peruca, de Márcia Cabrita: “Eu fiquei gravemente doente. Ao contrário do que muitos fantasiam, não tirei de letra. A cobrança de positividade acabou se tornando um problema. Acho um saco quando dizem: ‘Fulano perdeu a batalha contra o câncer’, ‘Fulana tem tanta vontade e alegria de viver que foi salva’ ou ‘O amor por meus filhos me salvou’. Me parece tremendamente injusto. Quer dizer que quem morre não amava a vida? O amor pelos filhos não era grande o suficiente? A fé foi pouca? Ninguém diz que alguém perdeu a batalha para o enfarte, nem que amava tanto a vida que ficou bom da tuberculose”.

Faço destas minhas palavras. É isso aí, Márcia!! Colega (de câncer)!!rsrs

Tenho linfoma não-Hodgking há mais de 10 anos, com direito ao kit completo: quimioterapia, radioterapia, perda de cabelo, vômitos, etc. E, em 2008, um transplante autólogo de medula (detalhe: provavelmente não-curativo)! Viver com esta faca apontada não é mole!

Dizem que uma imagem fala mais que mil palavras. Então, não vou me estender. O recado está claro, não? É o tal do “copo meio cheio”.

Superação

Claarooo que não foi fácil. Eu achava que ia desidratar de tanto chorar. Dormir, então, só à base de remédios. Mas como diz o ditado popular (todos são de uma verdade absoluta!) “a vida segue”, “depois de hoje vai ter o amanhã” (ainda que não estejamos aqui para ver).

Cada caso é um caso, cada pessoa é uma pessoa, mas a receita não muda. Tentar fazer coisas que gostem, se ocupar, aproveitar para repensar a vida, poder após de tudo se dar ao direito de reinventar uma nova forma de levar a vida, repensar os valores. O que é que realmente te faz feliz?  Será que você sabe? É claro que provavelmente não sabe! Pensa que sabe! Esta é uma “boa” hora para descobrir!!

O pior que pode te acontecer não é o câncer. É você se sentir vítima dele! Apesar que, putz, ele  sequestra a tua vida, e pede às vezes de resgate a própria (estão vendo por que nunca aceitei dar depoimentos?). Nem todo mundo quer ouvir a verdade. Mas ninguém morre de vésperas e  a doença vai te dar um presente! Um par de óculos para você enxergar a vida diferente! Claro, claro, você pode jogá-los fora. O livre-arbítrio não é lenda não!

Eu tive tantas histórias engraçadas/felizes no decorrer do tratamento, que não daria para contá-las aqui. Cuidado para que as lágrimas não te impeçam de enxergar as tuas. Também não fique se cobrando para ser “forte”! Chore tudo o que tiver direito, berre, se revolte, seja paparicado, mande trazerem mais chocolates, mas, depois, chega, né? Vá se reinventar! E olha que não é a todo mundo que este privilégio/benção é dado! É difícil enxergar as bençãos da vida quando elas chegam disfarçadas de desgraças, né? ;)

- Conheça melhor a estilista Sandra Huang