Cassio Politi, da Tracto, ministra webinar sobre os seis erros que empresas cometem ao entrar em redes sociais

Cassio Politi, da Tracto,  ministrou em 5 de junho, das 11h às 12h, a Webinar gratuita “Seis erros que empresas cometem ao entrar em redes sociais“. Tive a sorte de participar e aprender demais com esse profissional renomado.

Cassio Politi, da Tracto

Cassio Politi, da Tracto

Já acompanhava o trabalho de Cassio no Comunique-se. E fiquei muito satisfeita com o seminário online, que tirou muitas dúvidas e atendeu a minhas expectativas. Foursquare, Facebook, blog, Twitter, Pinterest, LinkedIn e YouTube foram as ferramentas clássicas citadas.

Cassio Politi e os seis erros que as empresas cometem ao entrar redes sociais

Cassio Politi e os seis erros que as empresas cometem ao entrar redes sociais

O seminário foi muito objetivo. Achei interessante que não havia a parte de chat, o que muitas vezes acaba distraindo o palestrante e os participantes. O bacana é que fica um canal para mandar as dúvidas e no final o Cassio Politi tentou responder as mais relevantes.

Em breve, teremos a apresentação no SlideShare. Oba!

Fica aqui meu agradecimento especial, afinal quando se mora em Taubaté, tudo o que pode ser ministrado online é muito bem-vindo! rs

 

Cursos, palestras e consultorias do Sebrae de Taubaté

Acompanhe a agenda do Sebrae de Taubaté:

Programação de Maio

31/05 – 9h – Café Empresarial: Era Digital
Local: ACIT – Praça Monsenhor Silva Barros, 57, Centro, Taubaté

Programação de Junho

Consultoria Individual

07/06 – 9h as 12h – Assessoria Jurídica

Local: PAE Sebrae Taubaté – R. Armando Salles de Oliveira, 457, Centro

Programação na ACIT ( Associação Comercial e Industrial de Taubaté) – Junho

Site da ACIT com agenda do Sebrae

Site da ACIT com agenda do Sebrae

Consultoria Coletiva:

04/06 – 10h – Recrutamento e Seleção  - ADM

14/06 – 10h – Formação de preço – Finanças

Palestras:

04/06 – 14h – ADM – Administração Competitiva

11/06 – 14h – MKT – Como Atrair conquistar e manter clientes

13/06 – 14h – Jurídica – Como participar de Licitação

14/06 – 14h – Finanças – Gerenciando fluxo de caixa

27/06 – 16h – Mídias Sociais – Kelly Nagaoka, da empresa Kelly Nagaoka Mídias Sociais, aborda as mídias sociais nos negócios em Taubaté

Cursos

25 a 29/06 – Oficinas SEI  - 14 as 17 – ACIT

25/06 – Sei Empreender

26/06 – Sei Planejar

27/06 – Sei Controlar Meu Dinheiro

28/06 – Sei Vender

29/06 – Sei Comprar

Programação de Julho 

Consultoria Individual

04/07 – Consultoria de Finanças

Local: PAE Sebrae Taubaté – R. Armando Salles de Oliveira, 457, Centro

Programação na ACIT – Julho

Consultoria Coletivas:

18/07 – 14h – Controles financeiros

16h – Formação de Preço

19/07 – 10h MKT – Pesquisa e analise de mercado

24/07 – 10h  ADM – Administração

Palestras:

11/07 – 14h – Vigilância sanitária, o que eu preciso saber?

11/07 – 18h – Evite Reclamações Trabalhistas (Comunidade Mormos)

17/07 – 16h –  Comunicação eficiente no Atendimento

19/07 – 16h –  Plano de Marketing

24/07 – 14h – Motivação – Equipe motivada, time de sucesso

30/07 – 16h – Qualidade eficaz no atendimento

Inscrição gratuita: 12 3621-5223

PAE – Posto de Atendimento ao Empreendedor – SEBRAE

R. Armando Salles de Oliveira, 457, Centro, Taubaté

*Site da ACIT e Sebrae.

Emoções no Baby Barioni: jovens se destacam em torneio de tênis de mesa

No dia 23 de maio, a convite da Fundação CASA, estive no Baby Barioni para fazer uma pequena demonstração e incentivar os atletas com  minha história no esporte. Robson, motorista da entidade, muito gentil, me buscou às 7h40, em Taubaté. Foi bem no dia da greve do metrô. Após o último pedágio, tudo parado. Fiquei apreensiva se chegaríamos a tempo. A apresentação seria às 11h. Felizmente, só nos atrasamos 20 minutos. Tinham mais 3 mesa-tenistas de São Paulo convidados, mas não conseguiram chegar, devido ao caos no transporte.

Torneio Estadual de Tênis de Mesa da CASA, no Baby Barioni

Torneio Estadual de Tênis de Mesa da CASA, no Baby Barioni

Hora da abertura. Comentei um pouco de minha experiência no tênis de mesa. Resumo: 6 anos (início). Aos 11, primeira viagem internacional para Argentina na Confraternidad Desportiva Internacional Nikkei, em Mar Del Plata. Aos 13, primeiro título internacional (campeã Sul-Americana Infantil). Aos 14, estágio de três meses na Butterfly de Tóquio. Aos 15, segundo título Sul-Americano, na Venezuela. Uma das maiores superações de minha vida. Perdia o segundo set por 17 a 9 de uma venezuelana na final do torneio. Imagina a torcida dela, sendo o último jogo do campeonato. Praticamente era o ginásio todo! Virei (21  a 18), depois ganhei o terceiro set de 21 a 14. Quando venci, o pessoal do Brasil saiu correndo na quadra e ainda me pegaram e me jogaram para cima. Que alegria!!! Aos 16, estágio de 2 meses em Xangai. Morei na casa do técnico. Quando voltei, um ano depois, consegui me classificar para o primeiro Mundial Adulto, em Manchester. Depois, chegou a fase dos estudos. Ainda joguei dois Mundiais Universitários (Bulgária e Pequim). Anos depois, ajudei na organização do livro “Tênis de Mesa – Teoria e Prática”. Hoje, ainda tenho contato com o esporte, jogando pelas Prefeituras e me divertindo no Sesi de Taubaté. Esse ano, represento São José do Rio Preto. Enfim, foi isso que falei e falaram também resumidamente de mim na abertura do torneio para incentivar os atletas…

Agradeço imensamente toda a equipe da Fundação CASA pela oportunidade de ter prestigiado o torneio. Fiquei emocionada na abertura e tive que me segurar para não chorar. Vendo aqueles meninos e meninas, pensei que muitos passaram por diversas experiências complicadas, mas com o tênis de mesa conseguiram ter uma vida mais feliz. :)

 

Matéria no site da Fundação CASA:

CASAs Rio Novo, Sertãozinho, Maestro Carlos Gomes, Cerqueira César II e Chiquinha Gonzaga venceram campeonato da Fundação CASA

TENIS_DE_MESA_BABYBARYONI_230512_EL_239_WEB
TENIS_DE_MESA_BABYBARYONI_230512_EL_220_WEB
TENIS_DE_MESA_BABYBARYONI_230512_EL_282_WEB
TENIS_DE_MESA_BABYBARYONI_230512_EL_402_WEB

Fotos: Eliel Nascimento/FCASA

Concentração, agilidade, raciocínio rápido e estratégia. Com alguns desses ingredientes os adolescentes dos CASAs Rio Novo, de Iaras, no masculino, e Cerqueira César II, de Cerqueira César, no Feminino, venceram o III Torneio Estadual de Tênis de Mesa da CASA. O evento esportivo aconteceu nesta quarta-feira (23 de maio), no Conjunto Poliesportivo Baby Barioni, em São Paulo.

Na modalidade feminina, em segundo e terceiro lugares ficaram duas jovens do CASA Chiquinha Gonzaga, da capital. Já no masculino, um adolescente do CASA Sertãozinho ficou em segundo, seguido pelo jovem do CASA Maestro Carlos Gomes, de Campinas. Todos os adolescentes levaram medalhas – de ouro, prata e bronze, respectivamente -, além de troféu para os primeiros colocados.

Cerca de 160 adolescentes internados em 76 centros de atendimento socioeducativo da Fundação CASA participaram da terceira edição do evento. Na abertura, a atleta Kelly Nagaoka, que integrou a seleção brasileira entre os anos de 1993 e 2000, jogou duas partidas de demonstração com dois adolescentes que participaram do torneio.

Ao todo, 144 adolescentes de 72 centros socioeducativos masculinos e 12 jovens de quatro centros femininos disputaram as partidas em eliminatórias simples: o vencedor de cada jogo seguiu para a etapa posterior.

TENIS_DE_MESA_BABYBARYONI_230512_EL_343_WEB

Foto: Eliel Nascimento/FCASA

Como nas edições anteriores, a Federação Paulista de Tênis de Mesa apoia o torneio com o empréstimo do material esportivo usado para a prática da modalidade. A Secretaria Estadual de Esporte, Lazer e Juventude também é parceira com a cessão do Conjunto Poliesportivo.

“Mesmo que o foco do tênis de mesa nos centros socioeducativos seja recreativo no começo, para o torneio os adolescentes treinaram bastante”, afirma o gerente de Educação Física e Esporte da Fundação CASA, Carlos Alberto Robles.

Equipe da Fundação CASA me recebeu com muito carinho!!!! Muito obrigada!

Equipe da Fundação CASA me recebeu com muito carinho!!!! Muito obrigada!

Logueria: concorrência criativa para capa no Facebook Kelly Nagaoka Mídias Sociais

Faz quase uma semana que resolvi buscar uma imagem (capa) diferente para o meu Facebook profissional  Kelly Nagaoka Mídias Sociais. E foi por meio de minha página que conheci o Rafael Faro, da Logueria, que me encontrou primeiro e foi muito gentil em elogiar a fan page. A coincidência é que morava em Taubaté, mas agora vive em São Paulo.
Opções da Logueria para a capa do Facebook Kelly Nagaoka Mídias SociaisA Logueria é uma empresa com pouco mais de um ano. Ela foi selecionada em uma concorrida disputa feita com 518 projetos de todo Brasil na Wayra Brasil do grupo Telefonica Vivo. A maneira como funciona é algo muito especial:

1 – Invista na imagem do seu negócio de forma simples e acessível
Um grande grupo de profissionais engajados em desenvolver uma proposta que valorize sua empresa a um custo acessível compativel com qualquer orçamento.

2 – Você nos conta um pouco sobre sua empresa e o que precisa
Através de um formulário simples e objetivo você irá nos contar um pouco sobre seu negócio, o que precisa, em quantos dias deseja receber o resultado final e claro o quanto deseja pagar pelo serviço.

3 – Muitas propostas para sua escolha
Nós divulgamos seu projeto e em poucas horas você já começa a receber várias propostas.

4 – Interação simples e a todo momento
Avalie, comente e comunique-se com os profissionais dando dicas e falando sua opinião sobre as criações, de forma fácil e através de qualquer dispositivo conectado a internet.

5 – Escolha o grande vencedor
Após receber inúmeras propostas você pode escolher o grande vencedor de seu projeto, tudo isso de forma simples e intuitiva..

Opções da Logueria para a capa do Facebook Kelly Nagaoka Mídias SociaisEstá muito difícil escolher minha capa no Facebook. O mais desafiador é só selecionar uma entre tantas opções criatvas.

Opções da Logueria para a capa do Facebook Kelly Nagaoka Mídias Sociais

Opções da Logueria para a capa do Facebook Kelly Nagaoka Mídias Sociais

Abaixo, algumas capas interessantes em tamanho maior:

Logueria - Capa de Constancio para Kelly Nagaoka Mídias Sociais

Logueria - Capa de Constancio para Kelly Nagaoka Mídias Sociais

 

Logueria - Capa de Estúdio Único para Kelly Nagaoka Mídias Sociais

Logueria - Capa de Estúdio Único para Kelly Nagaoka Mídias Sociais

 

 Logueria - Capa de Wilian Becher para Kelly Nagaoka Mídias Sociais

Logueria - Capa de Wilian Becher para Kelly Nagaoka Mídias Sociais

 

 Logueria - Capa de Camila de Paula para Kelly Nagaoka Mídias Sociais

Logueria - Capa de Camila de Paula para Kelly Nagaoka Mídias Sociais

 Logueria - Capa de Iago Ribeiro para Kelly Nagaoka Mídias Sociais

Logueria - Capa de Iago Ribeiro para Kelly Nagaoka Mídias Sociais

Tenho até 30/05/12 para escolher a imagem. Seria muito bacana a sua ajuda para escolher a melhor capa! :)

Veja todas as opções de capas na Logueria – Kelly Nagaoka.

 

Iris Massas, em Mogi das Cruzes: 6 meses de parceria com Kelly Nagaoka Mídias Sociais

Por que minha empresa deve apostar nas mídias sociais? Confira o balanço de seis meses de parceria da Kelly Nagaoka Mídias Sociais e a Iris Massas, de Mogi das Cruzes, e descubra a importância de sua marca investir nas redes sociais

Sinto-me muito privilegiada em escrever esse post, pois são seis meses de parceria com a querida Iris Massas. Facebook e Twitter foram as plataformas escolhidas para trabalhar. Parabenizo os sócios da Iris Massas pela aposta no potencial das mídias sociais, com foco em ser uma empresa mais social e ter um melhor relacionamento com seus fãs e clientes.

Aproveito e reúno aqui alguns destaques desse período:

1 – Crescimento no Facebook: eram 40 fãs em 25 de novembro de 2011. Hoje, seis meses depois, temos quase 1500 fãs.

Canal do Facebook Iris Massas em 21 de maio de 2012

Canal do Facebook Iris Massas em 21 de maio de 2012

2 – Interação/relacionamento/fidelização: com clientes, personalidades, empresas e imprensa. Ver o carinho dos fãs é o mais gratificante.

No Facebook:

Facebook Iris Massas - recomendações

Facebook Iris Massas - recomendações

Post de sobremesa da Iris Massas

Post de sobremesa da Iris Massas

Interação com a página do Facebook do Ciate

Interação com a página do Facebook do Ciate

No Twitter:

Interação no Twitter @iris_massas

Tweets citando a@iris_massas

Tweet @chefselmi para @iris_massas

Tweet de @chefselmi para @iris_massas

Tweet  @andressawolf para @iris_massas

Tweet de @andressawolf para @iris_massas

Tweet @revista menu para @iris_massas

Tweet da @revistamenu para @iris_massas

3 – Posts diferenciados para datas comemorativas: busca de ações diferenciadas para dias especiais.

Páscoa 2012 no Facebook da Iris Massas

Páscoa 2012 no Facebook da Iris Massas

4 – Promoções: atualmente, temos promoções somente para segundas-feiras e em aniversários. Fizemos também um concurso de receitas.

Promoção executivo e Coca-Cola Caçulinha no Facebook da Iris Massas

Promoção executivo e Coca-Cola Caçulinha no Facebook da Iris Massas

Outra ação permanente em 2012 é que os aniversariantes ganham desconto de 10% no dia do aniversário nos pedidos na Iris Massas.

Promoção para aniversariantes na Iris Massas

Promoção para aniversariantes na Iris Massas

Concurso premiou as 3 melhores receitas com vale-cupom de R$ 100 na Iris Massas.

Concurso Cultural de Receitas no Facebook da Iris Massas

Concurso Cultural de Receitas no Facebook da Iris Massas

Receitas vencedoras do concurso da Iris Massas

Receitas vencedoras do concurso da Iris Massas

5 – Destaque nas atividades da Iris Massas: as entrevistas na TV e em outros veículos de comunicação estão sempre em destaque nas redes sociais.

Entrevista de Roger Kayasima, da Iris Massas, para Record News

Entrevista de Roger Kayasima, da Iris Massas, para Record News

Ressaltamos a trajetória de Roger Kayasima, um dos sócios da Iris Massas, personagem de destaque no site do Ciate.

Roger Kayasima

Roger Kayasima

Trajetória de Roger Kayasima no site do Ciate

Mais detalhes sobre a trajetória de Roger Kayasima no site do Ciate

6 – Conteúdo de qualidade: atualização constante sobre a empresa e de temas relacionados.

Post sobre molho da Iris Massas

Post sobre molho da Iris Massas

Post da receita de carne com batata

Post da receita de carne com batata

Depoimento

Roger Kayasima esclarece no LinkedIn a importância do trabalho nas mídias sociais.

Depoimento de Roger Kayasima sobre o trabalho de Kelly Nagaoka no LinkedIn

Depoimento de Roger Kayasima sobre o trabalho de Kelly Nagaoka no LinkedIn

Resultado

Essas são algumas razões para seu negócios para marcar presença nas mídias sociais. Com isso, conseguimos alcançar nossos principais objetivos: relacionamento, interação, fidelização com nosso público-alvo nas mídias sociais. Uma presença constante faz com que os fãs e clientes estejam em contato permanente com a empresa que admira, tendo abertura para participar mais de seu dia a dia. Minha observação é que, a cada dia que passa, fica mais evidente a a excelência da Iris Massas em seus produtos e serviços.

Curiosidade

Após seis meses de parceria, confiram meu agradecimento especial pela parceria nas mídias sociais. :)

Meu presente à Iris Massas pelos seis meses de parceria nas mídias sociais

Presente aos sócios da Iris Massas

 

Métricas mais poderosas no Facebook, com Dennis Yu, da BlitzLocal

Perfil de Dennis Yu no Facebook

Dennis Yu, um dos maiores especialistas em Facebook e CEO da BlitzLocal, agência de marketing norte-americana, esteve no Brasil diversas vezes. Foi um dos palestrantes no ExpOn, em julho de 2011, e ministrou o curso “Advanced Facebook Marketing”, em novembro.

Iniciei o contato com Dennis na época do curso, que coincidentemente aconteceu na mesma data dos Jogos Abertos do Interior, onde competi no tênis de mesa. Mandei uma mensagem para ele no Facebook, parabenizando pelo curso e que realmente eu gostaria de ter feito.

Meses se passaram até nosso último contato. Em 14 de março de 2012, após ter um problema em uma das páginas que administro no Facebook, resolvi mandar uma nova mensagem à Dennis para ver se poderia me ajudar. Antes disso, escrevi para inúmeros especialistas do País, mandei meu problema a grupos de mídias sociais, também enviei diversas solicitações à Central de Ajuda do Facebook, mas ninguém conseguiu desvendar o mistério. Somente Dennis Yu foi capaz de, rapidamente, me mostrar um caminho alternativo ao meu problema.

Por isso, essa é uma matéria em homenagem à Dennis Yu e sua empresa, a BlitzLocal.

Reproduzo aqui uma parte de uma matéria de Ique Muniz, da MestreSEO, que gostei muito, pois aborda com detalhes o trabalho do expert na BlitzLocal.

Dennis Yu é um cara fanático por dados. Como ele falou em nosso MestreCast do evento, “matemática é tudo e está por tras de tudo”. Seu trabalho na Blitzlocal, além de reunir com clientes e gerenciar campanhas de clientes é ser o principal engenheiro de software da empresa. A palestra no ExpOn e os contatos feitos pessoalmente após a apresentação serviram para confirmar sua declaração.

O norte-americano desenvolve, em sua empresa, dashboards customizadas através da Graph API do Facebook. Aliás, a interface foi amplamente recomendada por ele para que você possa gerar softwares e ferramentas que atinjam o seu interesse no sentido de mensurar dados. Segundo Yu, com o Facebook Insights, você pode analisar até 30 métricas e, utilizando a API, este número salta para impressionantes 300 métricas.

No sistema da BlitzLocal, Dennis mostrou que consegue, entre outras coisas, traçar todos os usuários que interagem com uma marca em um mapa geográfico, ver as suas publicações citando ou diretamente postadas, descobrir quem são os usuários mais influentes na fan page e pode, com um clique, comunicar com todos eles.

Estas ações de monitoramento da audiência são essenciais, segundo o palestrante. É preciso traçar o perfil da audiência, entender quando eles estão mais ativos no Facebook (dias e horários) para pensar na ação que vai engajar e converter. Criar este processo de “conversa” com o usuário é que vai determinar se ele pode se tornar um verdadeiro fã.

BlitzLocal

Segundo Dennis, no Brasil, a empresa possui centenas de clientes, que têm cerca de 11.000 páginas no total. “Em breve, ao invés de apenas Inglês, teremos várias opções de idiomas em nossa dashboard, como português, espanhol, coreano, italiano, entre outros”, revela.

Alguns de seus clientes de sucesso são Lane Bryant (uma das principais marcas para gordinhas nos Estados Unidos, com mais de 521 mil fãs), Rosetta Stone (software para a aprendizagem de línguas, com mais de 954 mil fãs) e MTV (são diversos perfis, o mais popular tem mais de 32 milhões de fãs). Mas Yu enfatiza que nem todos os clientes são as grandes marcas. Há espaço para todos, desde pequenas empresas a agências.

Estatísticas sobre mídias sociais

Dennis Yu adora números. Aqui vão mais alguns dados especiais do expert sobre redes sociais:

- Uma em cada nove pessoas no mundo está no Facebook (este número é calculado dividindo-se 6,94 bilhões de pessoas por 750 milhões de usuários do Facebook).

- As pessoas gastam 700 bilhões de minutos por mês no Facebook.

- Cada usuário do Facebook gasta em média 15 horas e 33 minutos por mês no site.

- Mais de 250 milhões de pessoas acessam o Facebook através de seus dispositivos móveis.

- Mais de 2,5 milhões de sites têm integrado com o Facebook.

- 30 bilhões de posts são compartilhados no Facebook a cada mês.

- 300 mil usuários ajudaram a traduzir Facebook em 70 idiomas.

- Usuários do Facebook instalam 20 milhões de aplicativos todos os dias.

- YouTube tem 490 milhões de usuários únicos que visitam o site todos os meses (a partir de fevereiro de 2011).

- 190 milhões de tweets em média por dia ocorre no Twitter (maio 2011).

Informações

Dennis Yu / BlitzLocal
https://www.facebook.com/dennisyu
info@blitzlocal.com
@dennisyu

 

Importância das redes sociais em entidades culturais

Trabalhar com as redes sociais de entidades sem fins lucrativos, cujo objetivo principal é divulgar a cultura de um determinado segmento é um desafio prazeroso. Não é um trabalho fácil, pois exige dedicação, com atualização diária e muita pesquisa. Por isso, escrevo aqui um pouco de minha experiência como voluntária na Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e Assistência Social (Bunkyo), desde setembro do ano passado.

No dia 15 de janeiro de 2012, eram 1417 fãs no Facebook do Bunkyo. É muito gratificante ver que a cada publicação, o curtir dos fãs é automático. Até hoje, tivemos o maior número de curtir em uma publicação de Ano Novo, em 31 de dezembro de 2011, com o post de “Feliz 2012!” e uma arte abordando o Ano do Dragão (http://on.fb.me/AuwZTy). Foram 57 curtir, 11 comentários e 38 compartilhamentos.

A entidade ainda tem um potencial enorme de crescimento. O olhar da diretoria mudou após o Fórum de Integração Bunkyo (#FIB11), em 29 e 30 de outubro de 2011, que teve como tema principal as redes sociais. Muitos acreditavam que a maioria dos participantes nem saberiam o que era o Facebook, o que conseguimos provar o contrário, pois a maioria dos participantes está marcada na foto principal do evento.

A principal questão deixada no evento foi usar as redes sociais para ser uma entidade mais social. André Rosa, especialista em web, define bem essa questão. “O pior erro é achar que mídias sociais são um mero canal de divulgação. Muitos ignoram a questão do diálogo e acabam adotando estratégia similar daquele papel de ofertas que chega à garagem de sua casa, jogadas por alguém. Ocorre muito com o e-mail, que dá o mesmo efeito de spam”.

Por isso, deixo aqui algumas dicas para as entidades que possuem como metas primordiais promover e incentivar atividades culturais em geral: interaja com seus fãs, não os deixe falando sozinho em sua fanpage, curta ao máximo outras páginas que gostaria de se relacionar, aproveite a presença maciça da imprensa. Quem sabe a sua entidade consegue engatar diversas pautas interessantes por meio de sua fanpage?

*Texto feito especialmente ao Blog Mídia8! 

Documentário “Cláudio Kano, o Atleta do Detalhe”

Tive o privilégio de conhecer e conviver em treinos e torneios com o grande mesa-tenista Cláudio Kano, que nos deixou em 1996 por conta de um acidente de moto.

O que mais lembro com carinho de Cláudio foi o dia que ele reuniu diversas meninas, no Mc Donald’s da Juscelino. Era o início dos anos 90. Ele queria nos passar a experiência dele da Suécia. Destacou a parte de preparo físico que precisávamos melhorar muito. Lembro que ele estava muito suado. rs

Como é interessante lembrar do Cláudio, dessa atitude tão bonita de preocupação com o tênis de mesa feminino. Foi uma bela atitude de um líder.

Também me ajudava nos treinos, assim como Hugo Hoyama, na época que eu defendia o clube ADR Itaim Keiko.

Depois de iniciar o esporte, em 1986, treinar firme a partir dos anos 90 até 2000/2001, jogar pela seleção, estagiar no Japão e na China, competir em diversos países interessantes, organizar o livro “Tênis de Mesa – Teoria e Prática”, em 2006, agora ganhei mais um presente por meio de minha ferramenta de trabalho: Facebook. Desde a semana passada, faço parte da equipe do documentário “Cláudio Kano, o Atleta do Detalhe” na área de pesquisa. A produtora está em busca de vídeos, histórias e fotos com o querido Cláudio (e-mail: memoriakano@paranoidbr.com).

Cláudio será um dos homenageados e imortalizados em documentários produzidos com recursos do programa Petrobras Esporte & Cidadania, por meio do projeto Memória do Esporte Olímpico Brasileiro, realizado em parceria com a ESPN Brasil.

Saiba mais:

Fonte: Memória do Esporte

Cláudio Kano deixou sua marca no tênis de mesa brasileiro e mundial

Cláudio Kano não chegou a ser um medalhista olímpico. Mas sua carreira, desconhecida para a maioria dos brasileiros, reúne elementos muito especiais, que revelam o perfil não só de um grande atleta, mas de um verdadeiro ídolo. Estudioso e detalhista, Kano começou a praticar o tênis de mesa com apenas 9 anos de idade. Dono de um estilo único de jogo, foi cinco vezes campeão brasileiro, quatro vezes campeão sul-americano, seis vezes campeão latino-americano e ganhou 12 medalhas Pan-americanas.

Cláudio participou de duas Olimpíadas, Seul e Barcelona, e encerraria sua carreira em Atlanta. Sua meta era figurar entre os 8 maiores da competição. Ele havia passado 3 meses no Japão, treinando intensamente, e emagrecera 9 quilos, atingindo o auge de sua forma física. No entanto, um dia antes de embarcar, Kano sofreu um acidente de moto e acabou falecendo. A carreira de um dos maiores mesa-tenistas do Brasil acabava ali.

Contar esta história é uma maneira não só de homenagear a memória de Cláudio Kano, mas também de realizar registro inédito sobre a modalidade em nosso país. Embora seja um esporte extremamente plástico e interessante imageticamente, nunca foi feito um documentário nacional aprofundado sobre o tema.

O filme também pretende divulgar, incentivar e estimular o desenvolvimento futuro deste esporte, o mais popular do mundo – são 40 milhões de praticantes. Aqui, o famoso ping-pong faz parte da vida de muitos brasileiros como brincadeira dinâmica, mas o esporte levado a sério, com estatuto de competição olímpica, ainda tem muito a crescer.

Ficha técnica:

Documentário: “Cláudio Kano, o atleta do detalhe”

Produtora: Dreamonoid Brasil Ltda

Denis Kamioka, diretor do documentário, já jogou tênis de mesa na ADR Itaim Keiko

Diretor: Denis Kamioka (Cisma)

Localidade: São Paulo (SP)

 

Um dia emocionante de voluntária e a paixão nikkei

O texto da blogagem coletiva de Samatha Shiraishi, por conta do Dia Internacional do Voluntário, em 05/12, que descobri no último sábado, me inspirou e me faz sentir contente em relembrar uma ação voluntária recente minha e de meu marido, Fernando. A ida à Fundação Casa de Franco da Rocha para ministrar uma palestra sobre tênis de mesa, em 26 de setembro.

Um dia de tênis de mesa na Fundação Casa

Karin Midori, professora de Educação Física, entrou em contato comigo e me passou todos os detalhes: seriam 84 internos, de 14 a 18 anos, queria que contasse minha experiência de mesa-tenista na época da seleção, interagisse com eles, etc.

Nós e os monitores da Fundação Casa

Fundação Casa é a antiga Febem. Por isso, ao ouvir a palavra Franco da Rocha, vinha na mente algumas rebeliões. Mas nada disso me afetava, e sim, o que me deixava ansiosa era se aqueles 84 meninos iriam prestar atenção em nossa palestra.
A viagem foi grande até o local, estrada de terra, o local é bem afastado da cidade. A chegada na Fundação requer várias checagens. Por medida de segurança, celular e máquina não entram. Só levamos o essencial: material de tênis de mesa.
Como disse nesse post, passamos momentos muito emocionantes. Contei minha experiência no esporte, os estágios no Japão e na China, as diversas viagens ao exterior para torneios, treinos rigorosos, como foi jogar pela seleção. E posso dizer com orgulho, lembrando do olhar deles, que aqueles meninos de cabelo raspado, bermuda, camiseta e chinelo estavam mesmo prestando atenção. Pois, no final, vários vieram perto de mim, me chamando de “senhora”, para perguntar se falava japonês e chinês, e que dissesse algumas palavras para eles.
Para interagir, fizemos o desafio de saques. A fila era enorme e os meninos entravam várias vezes nela para tentar pegar o saques do Fernando. Dois deles conseguiram, distribuímos prêmios e nos divertimos muito.
Foi um dia muito emocionante. Não imaginávamos o quanto essa ação voluntária seria marcante para nossas vidas.

Paixão nikkei

Outra ação voluntária recente em minha vida é a atualização das mídias sociais (Facebook e Twitter) da Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e Assistência Social – Bunkyo.

Meu contato com a comunidade começou muito cedo, aos 6 anos, quando comecei a jogar tênis de mesa. Aos 13, comecei a minha saga pela seleção brasileira, até os 21 anos. Exatamente, aos 21, entrei na faculdade de Jornalismo. A descoberta e paixão pelo mundo nikkei ocorreu mesmo em 2002, em meu primeiro estágio no Jornal São Paulo Shimbun. Dois anos depois, trabalhei no Jornal Nippo-Brasil, e foram quase cinco anos de aprendizado sobre a comunidade nipo-brasileira.
Quando iniciei a busca por um sonho, de trabalhar com mídias sociais, recebi o convite de integrar a Comissão de Comunicação do Bunkyo e, desde setembro, atualizo as redes sociais da entidade.
A oportunidade de continuar o contato com as minhas raízes, além de fazer parte de uma equipe nota 10, me motiva diariamente a ser uma profissional melhor em minha área.
Para finalizar, gostaria de deixar registrado o que significa hoje ser voluntária:

SER VOLUNTÁRIA É REALIZAR AS VONTADES DE SUA ALMA PARA QUE TENHA O MELHOR SUCESSO DESSA VIDA: SER FELIZ! :)

*Muito obrigada, Samantha, por essa oportunidade de escrever algo tão bonito. Admiro muito o seu trabalho.

Sugestão de presente: livro “Em Sintonia com a Vida”, de Joana Okoshi

Livro “Em Sintonia com a Vida”, de Joana Okoshi. Organização de Kelly Nagaoka

Que tal um presente diferente para uma pessoa querida?

livro “Em Sintonia com a Vida”, de Joana Okoshi, é uma coletânea de mensagens, publicadas pela autora da coluna Milênio, que durante dez anos colaborou com o Jornal Nippo-Brasil. Minha participação é que sou a organizadora do livro. Fiz o convite à Joana, pois sempre quis ver os artigos dela em um livro. Meu sonho se concretizou no final de 2009, com o lançamento da obra na Livraria Cultura, pela Editora Zennex.

“Abra o livro aleatoriamente e a mensagem que sair, de alguma forma, poderá  lhe ser útil, pois – com certeza – as forças de luz que me inspiraram na elaboração de cada mensagem, também estarão presentes no momento de sua consulta. Assim, estaremos fortalecendo essas conexões tão valiosas e que têm sido a mola propulsora dos meus trabalhos”, diz Joana.

Trecho de “Quem é a sua referência?”, artigo que adoro:

Você ainda vive se questionando se as suas ações incomodam as pessoas com as quais convive? Por darmos muita importância ao julgamento dos outros, ficamos nos vigiando e nos reprimindo para tomar a conduta correta, com o intuito de não desagradar ninguém. Entretanto, acabamos por constatar que, apesar da postura educada, colhemos avaliações negativas a nosso respeito.

Como podemos pretender resultados favoráveis, se direcionamos todo o nosso empenho, a nossa energia, para contentar o outro, sendo que essa postura pode vir a nos prejudicar? Em nome do politicamente correto, agimos contra a nossa própria pessoa, porque não temos a coragem de ser quem verdadeiramente somos. Nisso, reprimimos a nossa espontaneidade, esquecendo que essa é uma das razões que nos leva a adoecer.

Livro de Joana Okoshi na mídia

- “Em Sintonia com a Vida” no Jornal Nippak

- “Em Sintonia com a Vida” na Revista Mundo OK

- “Em Sintonia com a Vida” na Revista Zero

Fiz um blog em homenagem ao livro. Espero que aprendam muito com as mensagens da autora. :)